Corrida de rua – Especialista dá dicas

Hoje em dia a corrida de rua vem ganhando cada vez mais adeptos, inclusive no público feminino. O número de mulheres que participam de corridas de rua aumentou 101,86% nos últimos cinco anos, segundo a Federação Paulista de Atletismo.
Diante desses números, o personal trainer David Marques, da rede Test Trainer, dá uma série de dicas para as pessoas que desejam praticar essa modalidade, que devem se preparar seis meses antes.
Para Marques, os treinos devem ter a intensidade aumentada gradativamente e o atleta deve treinar, no mínimo, 30% sob as características semelhantes ao percurso da corrida da qual participará.
A alimentação deve ser rica em carboidratos, principalmente nas últimas semanas que antecedem as provas longas como uma maratona. Uma semana antes da prova deve-se dar atenção à ingestão de líquidos, que deve ser aumentada. No dia anterior à prova, a recomendação é uma refeição com massas, frutas, pães, batatas e outros carboidratos.
“O atleta deve evitar alimentos gordurosos, álcool e carnes vermelhas”, alerta o personal trainer. Outra dica é evitar fibras e alimentos integrais no café da manhã no dia da prova para facilitar a digestão. Beber bastante líquido é importante, mas o personal adverte que, durante a prova, o atleta não consuma muito líquido, a fim de evitar que o estômago fique cheio demais e provoque desconforto e até vômito.
“A sugestão é que se beba pelo menos um pouco de água em cada posto de hidratação, que normalmente são dispostos a cada três quilômetros. A cada posto de hidratação reserve um pouco da água para molhar o rosto e a cabeça, isso ajuda a diminuir a temperatura do corpo”, salienta.
De acordo com Marques, o mais importante, depois da competição, é se hidratar e continuar a ingestão de líquidos, mesmo que não haja sede. “E as refeições devem ser ricas em carboidratos para repor os estoques musculares, com uma ingestão maior de proteínas”, acrescenta.
Com relação ao vestuário, as roupas devem ser confortáveis e feitas com tecidos que facilitem a transpiração. “O tênis também deve ser o mesmo que se usa nos treinos. Não se deve usar um tênis novo no dia da prova”, alerta e finaliza David Marques.
Fonte: Terra
Leia Também:

A importância do exercício físico para pilotos de kart

Sete lições da Walking Dance para quebrar a monotonia da caminhada

banner blog cliente

 

Gostou? Clique aqui e Curta nossa página do facebook e fique por dentro de todas novidades do blog!

Comments

comments