Musculação também é indicada para auxiliar no emagrecimento

Exercícios aeróbicos não são os únicos aliados da dieta
 
Não são somente os exercícios aeróbicos que são eficazes para o emagrecimento. O treinamento de força, modalidade que consiste em usar a resistência, também pode contribuir para reduzir a gordura corporal.
A resistência do treino de força – chamado também de treinamento com pesos, treinamento contra resistência, treinamento resistido ou, o mais popular, musculação – pode ser obtida de diversas maneiras com a utilização de halteres, roldanas, tensores elásticos, barras longas, peso corporal, ação da gravidade, caneleiras e aparelhos hidráulicos.
De acordo com Davi Marques, personal da Test Trainer, os objetivos dos praticantes são variáveis: aumento da massa muscular, ampliação da força, melhora da potência muscular, evitar a osteoporose, recuperar das lesões e também como parte importante de um programa de emagrecimento.
— A musculação promove o emagrecimento principalmente através do aumento da Taxa Metabólica de Repouso (TMR). A TMR é o gasto energético necessário para manter as funções vitais durante o repouso. Em geral, a TMR representa de 60 a 75% do total de energia gasta diariamente. Quem pratica musculação queima mais calorias mesmo em repouso — afirma o personal.
Além do aumento crônico no gasto energético causado pelo aumento da massa magra, ocorre também o EPOC – Excess Post Excersise Oxygen Consumption – isto é, atividades que promovem queima de gordura e aceleração do metabolismo mesmo depois do treino. O EPOC é potencializado com o aumento da intensidade dos exercícios. Por isso é importante o aumento constante da sobrecarga na evolução dos treinos.
Segundo o personal, a musculação pode ser praticada em todas as idades e pessoas sejam idosos, gestantes, obesos, adolescentes, homens, mulheres, cardiopatas, diabéticos e portadores de deficiência física.
 — Devido a execução de movimentos lentos e controlados, o risco de lesão durante uma sessão de musculação é muito pequeno. Utilizando máquinas específicas este risco é quase zero — conclui.
Mas lembre-se: o treinamento de força deve ser sempre supervisionado por um profissional de educação física.
Fonte: Diário Catarinense
banner blog cliente
Leia Também:

Personal Trainer dá dicas para as atrasadinhas entrarem em formas

Sete exercícios que melhoram o desempenho sexual

Gostou? Clique aqui e Curta nossa página do facebook e fique por dentro de todas novidades do blog!

Comments

comments