O mau uso do nome Personal Trainer

Olá amigos, nessa matéria vou fazer um pouco diferente e apresentar uma problemática que vem aumentando muito e infelizmente anda meio despercebida.thumb_figura1

O tema como sempre é ”Personal Trainer” e esse nome tem sido usado erroneamente por muitos alunos e professores. Hoje em dia é muito comum quase todos os professores de educação física que trabalham em academia se titularem como Personal Trainer mesmo sem nunca se quer terem atuado nesse segmento. O problema vai até um pouco mais longe porque não é difícil encontrar estudantes do primeiro ano de faculdade se intitulando como Personal Trainer também.

Esse problema já está presente lá na ponta, nos consumidores do serviço, falo isso porque nos dias atuais é comum também observarmos os alunos de uma academia convencional falarem que tem um Personal Trainer, mas na verdade estão se referindo ao professor de musculação.

A atividade de Personal Trainer que na década de 90 era restrita aos mega milionários e celebridades se popularizou nos anos 2000, atualmente o consumo desse tipo de serviço aumentou muito principalmente porque a necessidade de ter um trabalho customizado já é reconhecido por grande parte da população que tem o potencial financeiro para contratar esse acompanhamento especial.

Nesse momento, com essas confusões sobre o uso da nomenclatura estamos caminhando para um excesso de popularização do nome que confundi a cabeça do consumidor e minimiza o brilho que o segmento de Personal Trainer tem.

Se traduzirmos para outras áreas teremos vários exemplos interessantes que podem ser comparados a nossa profissão, na área medica temos um bem interessante, porque o clinico geral que pode ser comparado ao trabalho do professor na academia é uma coisa e o cardiologista que pode ser comparado ao trabalho de um Personal Trainer é outra coisa, um vem depois do outro e nada impede que o mesmo profissional realize essas duas atividades, porém em momentos diferentes.

Minha dica final é para nós (professores de educação física) esclarecermos aos consumidores dos serviços (alunos) essas diferenças e acima de tudo dar o exemplo se intitulando de maneira correta.  No momento que você está na sala de musculação, você é o Professor da Musculação e no momento que você tiver atendendo seu aluno particular, você é o Personal Trainer. Quando algum aluno que treina na academia de forma convencional  falar que você é o Personal Trainer dele o corrija.

Givanildo Holanda Matias

Fonte: Portal da Ed.Física

QUE TAL APRENDER MAIS COMO VENDER SEU SERVIÇO? CLIQUE AQUI

faixa

SAIBA MAIS

O papel do Personal Trainer na cadeia de bem estar

Janeiro: personal trainer pode driblar a sazonalidade com diálogo e planejamento

Gostou? Clique aqui e Curta nossa página do facebook e fique por dentro de todas novidades

Mini_Banner_Blog_3

Comments

comments