O papel do Personal Trainer na cadeia de bem estar

Ao longo dos últimos anos temos observado que a população, de uma forma geral, tem sofrido muito com as mudanças do mundo moderno, principalmente quando nos referimos ao bem estar. Entre os motivos da precariedade na saúde das pessoas está o surgimento de doenças que chegam, em sua maioria, por fatores como sedentarismo, excesso de estresse e má alimentação.

Em meio a todo esse cenário composto por vários profissionais da saúde, começa a ganhar destaque a figura do personal trainer, que pela origem da palavra pode ser entendido apenas como um professor particular. Mas, na prática, suas atribuições vão muito além disso, haja vista que ele consegue atuar em todas as esferas da saúde e do bem estar dos seus alunos/clientes. Isso acontece porque é um dos poucos profissionais de saúde que consegue ter uma visão holística das pessoas, além de ouvir, armazenar e trabalhar com todas as informações dentro dessa cadeia de bem estar envolvendo saúde, família e trabalho.

A atuação em todas essas vertentes depende muito do grau de competência do profissional, assim como sua formação acadêmica e experiências anteriores. Diferente de outras áreas da saúde, que têm um contato um pouco mais distante e em períodos mais longos de retorno, o personal trainer tem uma aproximação quase que diária, e isso facilita o desenvolvimento do seu trabalho. Em resumo, o trabalho do personal trainer é trazer um impacto positivo para a saúde das pessoas nas 24 horas do dia, e não apenas naquele momento que está com seu aluno. É este profissional que vai cobrar se a dieta está sendo seguida, a renovação de um check up médico, a consulta para investigar uma dor e por ai vai… Geralmente, o trabalho extrapola os objetivos racionais do profissional de educação física.

O fato das pessoas terem mais resultados com um personal trainer está, na maioria dos casos, ligado à condição que esse profissional oferece aos alunos/clientes no tocante à mudança do estilo de vida. É uma mudança comportamental que passa a ser introduzida nas vidas das pessoas devido ao contato com um profissional que vai cobrar disciplina, não apenas do que ele está propondo, mas também em outras áreas da saúde.

Este profissional pode desenvolver um trabalho preventivo, e além disso, conferir atividades durante e após qualquer enfermidade ou até em outros problemas que o aluno estiver enfrentando, no desenvolvimento de um trabalho multidisciplinar.

Inúmeros estudos mostram o quanto os exercícios físicos bem orientados podem trazer benefícios à saúde. Atualmente, muitos paradigmas foram quebrados e a prática da atividade física pode atender a todas as faixas etárias, independentemente do problema que a pessoa possa vir a ter – a atividade pode ser customizada à realidade do aluno e quem vai fazer isso com mais precisão é o personal trainer.

Esse profissional deve ser graduado em Educação Física, registrado em seu conselho de classe e tem a missão de avaliar, prescrever e acompanhar seus alunos de maneira íntegra, ética e com o máximo de dedicação, a fim de minimizar os riscos e maximizar os resultados.

Vale lembrar no entanto, que é preciso tomar cuidado com a escolha do profissional porque essa é uma profissão que se popularizou muito, e por consequência, é indispensável que as pessoas investiguem informações relevantes antes de contratar algum especialista.

Givanildo Holanda Matias.

Fonte: Portal Ed. Física

SAIBA MAIS

faixa

 

 

Janeiro: personal trainer pode driblar a sazonalidade com diálogo e planejamento

Iniciando como Personal -Matéria Revista Empresário Fitness

Gostou? Clique aqui e Curta nossa página do facebook e fique por dentro de todas novidades

Mini_Banner_Blog_3

Comments

comments