Sarcopenia e Força

11016818_10203465904200524_707691229607997570_nNo processo do envelhecimento ocorre uma redução de aproximadamente 10% na massa muscular entre os 25 e os 50 anos e uma redução de 40% entre os 50 e 80 anos; o principal fator associado a esta redução são as alterações hormonais e metabólicas. E o sistema nervoso acaba sendo um dos mais afetados pelo envelhecimento, isso principalmente devido ao desuso. As células velhas e que não são estimuladas sofrem apoptose (morte celular programada), comprometendo, assim, a sinalização e o comando de todos os outros sistemas.

O comprometimento do sistema nervoso é de extrema preocupação porque ele não possui capacidade de regeneração, sendo, portanto, um processo irreversível.

A redução na massa muscular, conhecido como processo de sarcopenia, ocorre devido à diminuição no tamanho e no número de fibras musculares, sendo que as principais fibras musculares atingidas são as do tipo II, com uma redução aproximada de 60% das fibras tipo II e de 25% das fibras tipo I, levando à lentificação dos movimentos.

Isso ocorre de maneira mais dramática posteriormente aos 70 anos de idade, principalmente em membros inferiores (devido à redução da estimulação), assim, há uma redução do nível de atividade física total diária e um aumento da incidência de lesões por queda.

Por tanto, a necessidade “máxima” de treinar a capacidade da FORÇA de característica “hipertrófica e de força máxima/explosiva” é essencial para qualidade de vida do sujeito da chamada “melhor idade”. Afinal as fibras musculares II (principalmente II X) outrora em pouca ativação agora serão potencializadas pelo treinamento.

Autor: Leonardo Lima

Gostou? Clique aqui e Curta nossa página do facebook e fique por dentro de todas novidades

Mini_Banner_Blog_3

Comments

comments