Treinamento em Suspensão volta a ser tendência nas academias

O treinamento de força utilizando um peso corporal suspenso surgiu há mais de 150 anos. Gerações de acrobatas e ginastas usaram o método em suas preparações. No entanto, com a mudança para o treinamento isolado nas décadas de 60 e 70, o treinamento suspenso havia desaparecido.Segundo Lilian Ruberti, personal trainer da TEST TRAINER, rede de franquias de professores de educação física e personais trainers, o método voltou com tudo. “Os movimentos são integrados e o sistema nervoso central é responsável por coordenar os músculos em ações conjuntas com a finalidade de produzir movimentos específicos e familiares”, diz ela.De acordo com a profissional, treinar utilizando movimentos multiplanares resulta em um programa completo que envolve todos os grupos musculares, ao redor das articulações.O TRX Suspension Training ou Treinamento em Suspensão está baseado nos princípios do treinamento funcional. Para realizar o treinamento, a personal trainer enumera alguns pontos-chaves relacionados ao princípio:* Aspectos neurológicos do treinamento funcional: A essência do treinamento está baseada na melhoria dos aspectos neurológicos que afetam a capacidade funcional do corpo por meio de exercícios que desafiam os componentes do sistema nervoso, estimulando sua adaptação;

* Controle Motor: A propriocepção é um mecanismo essencial para a estabilidade articular e controle neuromuscular. Por conta dos seus impulsos sensoriais indiretamente produzirem e controlarem as respostas motoras, o mecanismo mantém o equilíbrio e a estabilidade. Ex: caminhar é uma atividade que realizamos sem a necessidade de observarmos nossos pés. E, mesmo assim, conseguimos fazê-la com muita eficiência;

* Aspectos Biomecânicos do Treinamento Funcional: Este conhecimento biomecânico faz com que o profissional tenha uma grande capacidade de prescrever exercícios e suas progressões dentro de uma estrutura segura de atividades;

* Planos e eixos;

* Nível de estabilidade do corpo humano;

* Base de Suporte;

* Base de suporte intermediária;

* Centro de gravidade do corpo;

* Core Training.

Todavia, quais são os principais benefícios do treinamento em suspensão? Para Lilian Ruberti, a técnica é capaz de aumentar a performance e diminuir os riscos de lesão, melhorar o equilíbrio e a estabilidade articular, aperfeiçoar a coordenação, aumentar o metabolismo e promover benefícios no “centro de força” (musculatura profunda, estabilizadora do abdômen e assoalho pélvico).

Fonte: Lilian Ruberti Personal Test Trainer – site maxpressnet.com.br

banner blog cliente

 

 

Gostou? Clique aqui e Curta nossa página do facebook e fique por dentro de todas novidades do blog!

Comments

comments