Treinamento resistido manual: um grande diferencial para o Personal Trainer

personal-trainerQuando pensamos em treinamento resistido, a primeira ferramenta de trabalho que nos vem em mente é a sala de musculação. Não há dúvidas de que a musculação é o melhor meio para se treinar a força muscular, haja vista a grande quantidade de publicações científicas que respaldam essa afirmação. Porém, a musculação não é o único meio disponível.
É um grande equívoco limitar o treinamento resistido às salas de musculação, principalmente no treinamento personalizado.
Atualmente, vivemos uma época de crescente aumento na procura pelo serviço de personal training. O principal fato que motiva esse aumento na demanda de alunos é a busca pela potencialização dos resultados, maior comodidade e segurança.
Dentre os alunos de personal trainer, boa parte opta pelo desenvolvimento do treinamento fora do ambiente de academias, seja por conveniência ou, simplesmente, por preferência.
Assim sendo, locais como parques, praias, domicílios ou escritórios tornam-se ambientes de trabalho cada vez mais frequentes para o personal trainer. Geralmente, esses locais não dispõem de equipamentos específicos para o treinamento, fato que se apresenta como uma barreira para o desenvolvimento de trabalhos eficientes.
Se pensarmos em prescrição de exercícios para a promoção da saúde, de acordo com as principais entidades de saúde do mundo, devemos contemplar três capacidades físicas fundamentais: aptidão cardiorrespiratória, flexibilidade e aptidão muscular (força e resistência).
Com relação à capacidade cardiorrespiratória, a falta de equipamentos não se torna uma dificuldade para a realização do treinamento, sendo que o próprio peso corporal pode ser utilizado em atividades dinâmicas, prolongadas, envolvendo a participação de grandes grupos musculares.
Já, no caso da flexibilidade, a ausência de equipamentos também não atrapalha, pois os exercícios de alongamento, que são considerados primordiais para o desenvolvimento dessa capacidade, também podem ser executados.
E no caso da aptidão muscular, como podemos treinar força e resistência musculares sem equipamentos? Apresento a você, leitor, o treinamento resistido manual (TRM).
TRM é um método que utiliza como princípio a resistência oferecida por um parceiro de treino (ou o personal trainer) que se opõe à tensão gerada pela contração da musculatura esquelética. Em termos práticos, o personal trainer, utilizando-se de técnicas específicas, desempenha o papel do “peso” que seria utilizado nas salas de musculação.
Isso possibilita a aplicação do treinamento resistido em qualquer ambiente, sendo uma das grandes vantagens proporcionadas no TRM e um bom diferencial para profissionais que dominam a técnica.
Vale ressaltar que o TRM não é uma ferramenta de substituição, mas sim, uma ferramenta adicional de trabalho, para situações onde a disponibilidade de equipamentos é escassa.
Algumas publicações internacionais têm explorado o método, observando resultados interessantes relacionados à força e resistência musculares.
No Brasil, o método já é bem utilizado na reabilitação, porém, está ainda está sendo difundido no cenário fitness. Aos interessados, sugiro a leitura do livro “Treinamento resistido manual: a musculação sem equipamentos” que, até o momento, é a única publicação nacional acerca do assunto.
Fica a dica!
Fonte: portal educação física

Gostou? Clique aqui e Curta nossa página do facebook e fique por dentro de todas novidades

Mini_Banner_Blog_3

Comments

comments